Conecte-se conosco

EXTRA.SC

ENTREVISTA: João Flávio Alves, novo Superintendente de Administração e Finanças da AGR

Entrevista
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Reprodução/Câmara de Vereadores

Entrevista

ENTREVISTA: João Flávio Alves, novo Superintendente de Administração e Finanças da AGR

O jovem engenheiro foi indicado pela Prefeitura de Tubarão para ocupar o cargo na agência reguladora. Ele foi sabatinado pela Câmara de Vereadores e seu nome aprovado pelo legislativo.

Publicidade




João Flávio Alves tem 27 anos, é Engenheiro Civil, formado pela Unisul, com MBA em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade da Construção, pelo Ipog. Foi estagiário de engenharia na Faepesul e auxiliar técnico e engenheiro civil na Tatari & Almeida. É dono da Mileto Arquitetura e Engenharia e, até agora, ocupava o cargo de assessor especial do Prefeito Joares Ponticelli, direcionado à Secretaria de Infraestrutura. Também foi presidente e vice do Centro Acadêmico de Engenharia Civil da Unisul, membro dirigente do Crea Jr/SC e diretor adjunto de eventos da Ajet. É filiado ao PPS. Foi escolhido para assumir a Superintendência de Administração e Finanças da Agência Reguladora de Água e Esgoto de Tubarão, indicação aprovada pela Câmara de Vereadores na última segunda-feira (25).

ExtraSC – O que o Superintendente Administrativo Financeiro da AGR faz?
João Flávio – Faz o gerenciamento dos funcionários, contas, cuida das finanças e de todas as empresas que prestam qualquer tipo de serviços para a agência. Faz com que a AGR tenha um bom funcionamento, para que possa desempenhar da melhor forma possível todas as tarefas que cabem a ela. Na parte financeira, cuida da agência reguladora, onde são feitos os equilíbrios de contratos, fiscalização financeira das empresas que prestam serviços, entre outras atividades.

ExtraSC – Você tem menos de dois anos de experiência no poder público. Se considera preparado para ocupar essa função?
João Flávio – Eu tenho um ano e três meses na prefieutra. Essa foi a minha primeira experiência como funcionário público. Em 2010, trabalhei na Faepesul, onde atuei por dois anos. Ali tive alguma experiência com órgãos públicos, na parte de projetos. Realmente, experiência direta com administração pública está sendo a primeira vez. A Lei Complementar nº 20 é bem clara a respeito da contratação dos superientenderes da AGR. Ela exige que sejam maiores de idade, que tenham a reputação idônea, ensino superior e especialização na área de conhecimento que vai atuar. Sou Engenheiro Civil, especializado em Gerenciamento de Obras. Me considero preparado sim, por todas as outras experiências que já tive, sejam elas nas iniciativas pública ou privada. É claro que a gente nunca entra em uma função complexa como essa, 100% preparado. Eu sei que preciso adquirir ainda mais conhecimento e, me comprometo a buscar especializações que possam me ajudar a desempenhar o meu novo papel da melhor forma possível.

Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores

ExtraSC – Você acha que recebeu o convite para assumir esse cargo apenas por competência, ou também por indicação política, já que é filho do presidente do PPS, Flávio Alves?
João Flávio – Nesse tempo que eu venho participando do poder público,  tive a oportunidade de atuar em alguns projetos, como o Programa SC Rural, a conclusão da Arena Multiuso, as obras da rua em frente ao campo do Tubarão. Também em projetos de gestão, como a implantação da Central de Atendimento da Secretaria de Infraestrutura, um grande trabalho de regularização de ferramentas, uniformes e equipamentos de proteção, além da gestão da secretaria como um todo, auxiliando o secretário. Esses trabalhos, com certeza, fizeram meu nome ter algum destaque. É claro que há todo um cenário político e técnico para que seja feita uma indicação. O convite veio até mim através do prefeito Joares [Ponticelli] e do vice-prefeito Caio [Tokarski], a quem agradeço pela confiança. Posso garantir a parte técnica. O lado político, eles conseguem responder melhor.

ExtraSC – Você não tem receio de ser visto como alguém “facilmente manipulável”, já que, até pela pouca idade, não tem muita experiência política?
João Flávio – Neste pouco mais de um ano na vida pública, nunca passei por alguma situação que possa colocar em dúvida a minha ética como profissional. Eu sei da responsabilidade do meu cargo e das ações que eu vou me envolver no dia a dia. Da minha parte, não me preocupo. Penso em seguir sempre no caminho da ética e da transparência, tomando decisões técnicas. Meu cargo tem uma segurança, já que é um mandato de quatro anos, com a possibilidade de recondução por mais quatro. Acredito que seja assim para dar proteção ao servidor, para que ele possa sempre atuar em uma linha séria e correta.

Dionísio de Quadros, João Flávio Alves e Flávio Alves. Foto: Divulgação

ExtraSC – Quais as primeiras ações que você programa realizar assim que tomar posse?
João Flávio – No primeiro momento, penso em trabalhar para manter o bom funcionamento da agência, buscar novas áreas de conhecimento e acompanhar as formas que a agência pode contribuir para o crescimento da sociedade. Quero me aprofundar na parte financeira, para entender melhor como irá funcionar o meu papel de fiscalizador da agência regulada.

ExtraSC – Você já teve acesso à AGR, aos documentos ou só começará a ter após a sua posse?
João Flávio – 
Sim, já tive algum contato, assim que o prefeito e o vice me fizeram o convite. Fui até a agência, conversei com outros superientendes e servidores, pra entender melhor o seu funcionamento. Estudei as Leis Complementares que regem a concessão do abastecimento de água e esgotamento sanitário, e o funcionamento da agência reguladora. Eu fiz um estudo geral para me preparar justamente para o início dos trabalhos.

ExtraSC – Como você avalia o trabalho da Tubarão Saneamento em Tubarão hoje?
João Flávio – Avalio de forma positiva. Nesse tempo que estou na prefeitura, sempre se colocaram à disposição, sempre envolvidos em todos os projetos. É nítido que trabalham em sintonia com o poder público. Alinharam, por exemplo, o cronograma de obras da concessionária com o cronograma de obras da prefeitura, para que elas possam ser realizadas da melhor forma possível, gerando o mínimo de transtornos à população. Claro que é obrigação da Tubarão Saneamento investir nas redes de água e esgoto, mas temos visto um trabalho grande na construção da estação de tratamento, das estações elevatórias, das tubulações de coleta de esgoto, que a nossa cidade ainda não tem. Claro que a partir de agora vou começar a olhar de uma forma mais crítica, fiscalizando mais. Mas em geral, vejo com bons olhos o trabalho que eles estão executando na cidade.

João Flávio Alves na supervisão das obras da Arena Multiuso. Foto: Marcelo Becker/PMT

ExtraSC – Como você vê seu futuro na política? Pretende se candidatar em eleições futuras?
João Flávio – A minha atuação no poder público é muito técnica. Por mais que esse cargo, em específico, seja como um agente político, com mandato de quatro anos, é um cargo técnico, de trabalho no dia a dia. Hoje, tenho um planejamento a médio prazo que atende este tempo que estarei na agência. Então não tenho pensado em seguir uma carreira política. Pro futuro, claro, não posso descartar nenhuma possibilidade. Mas hoje, meu foco é fazer um bom trabalho na AGR, sem nenhum planejamento político.

ExtraSC – Como você vê a presença do jovem na política?
João Flávio – 
Eu fico muito feliz com a presença do jovem na política. Para mim, é algo fundamental no crescimento e na reconstrução da democracia. A gente vê que há um descontentamento muito grande para com a classe política. A população clama por renovação. E essa renovação precisa ser de qualidade. Eu vejo muitos jovens, interessados em política, interessados em crescer tecnicamente, estudando, se capacitando e especializando. Gente que sente mais de perto o sofrimento da população com a corrupção e a falta de ética. Eu sinto que faço parte disso, da juventude na vida pública e acho que é fundamental, para termos um ganho na democracia. Acho que o jovem deveria se envolver ainda mais, ser mais crítico e mais atento ao que acontece nesse segmento.


Publicidade
Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade




To Top