Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Bairros de Tubarão podem ser atingidos pela alta do nível do mar, aponta pesquisa internacional

Segurança
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Segurança

Bairros de Tubarão podem ser atingidos pela alta do nível do mar, aponta pesquisa internacional

Projeção de ONG atualizou riscos de inundações no mundo e mostra áreas afetadas nas próximas décadas.

Publicidade


A alta do nível do mar acelerada pelas mudanças climáticas e pelo aquecimento global pode colocar em risco moradores de Tubarão e cidades vizinhas. O aviso vem de uma pesquisa da ONG Climate Central, que reúne pesquisadores e jornalistas do mundo inteiro.

Os pesquisadores utilizaram inteligência artificial para atualizar informações de satélite da Nasa e corrigir detalhes de elevação e nível do solo no globo. Esses dados foram cruzados com novas projeções no aumento do nível dos oceanos.

O resultado mostra que terras onde vivem 300 milhões de pessoas no mundo estarão sob risco de inundações frequentes e que, somente no Brasil, ao menos 1 milhão de pessoas vivem nestas áreas que poderão ser totalmente engolidas pelo mar.

Nas imagens atualizadas, é possível ver que grandes extensões da costa catarinense também estão em risco. Previsões para 2050, por exemplo, mostram uma larga área costeira em bairros como Congonhas, Monte Castelo, São Cristóvão, Madre e Santa Luzia. As cidades de Jaguaruna, Capivari de Baixo e Laguna também seriam atingidas pelo avanço do nível do mar.

O mapa mostra que, conforme as estimativas, em 2050 estes bairros e cidades estariam abaixo da linha média de inundações. Na prática, representam terras que ficariam totalmente submersas com o avanço do nível do mar ou teriam inundações frequentes de acordo com a influência de marés, ciclones e outros efeitos.

Foto: Reprodução

Defesa Civil

Segundo o gestor-coordenador de Proteção e Defesa Civil de Tubarão, Murilo Ribeiro, o município está preparado para realizar o enfrentamento de casos de inundação com o plano de contingência. Ele aponta rotas de fuga, telefones de emergência e estruturas de abrigos que existem na cidade. Tubarão também possui dois estudos recentes sobre riscos de inundação. 



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo
Publicidade


Em alta



Publicidade
Publicidade
To Top