Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Alunos da Unisul/Ânima pedem na justiça redução de mensalidades devido à pandemia

Educação
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Educação

Alunos da Unisul/Ânima pedem na justiça redução de mensalidades devido à pandemia

Universidade alega que aulas não estão sendo prejudicadas durante o período de distanciamento social.

Publicidade




Os diretório centrais dos estudantes dos campi Tubarão e Grande Florianópolis da Unisul/Ânima entraram com ações judiciais contra a universidade. No processo, as entidades argumentam que a Unisul/Ânima, durante a pandemia, suspendeu as aulas presenciais, mas continuou cobrando o mesmo valor nas mensalidades.

 

Pedidos protocolados

  • Redução de 50% no valor da mensalidade de todos os alunos;
  • Quando o aluno já tiver quitado mensalidades de valor integral, que seja abatido em 50% nas que ainda estão por vencer;
  • Suspensão da cobrança de encargos de multa e juros pelo atraso no pagamento das mensalidades vencidas;
  • Garantida à rematrícula no semestre subsequente, mesmo em caso de inadimplência gerada a partir do mês de março de 2020.
  • Aplicação de multa diária, em valor sugerido de R$ 500,00 por dia, por aluno cobrado indevidamente;
  • Multa de R$ 1.000,00 por cada cadastro em serviços de inadimplência (tipo SPC), por decorrência de atraso ou falta de pagamento das mensalidades a partir de março de 2020;

 

Em nota, a Unisul/Ânima justificou que suas atividades não foram prejudicadas durante a pandemia. “Mas, ao contrário, estão sendo realizadas normalmente, online, pelos mesmos professores, para as mesmas turmas de alunos, com a utilização de meios que permitem, inclusive, a interação dos alunos com os professores”.

Outro trecho diz que a instituição está ciente das dificuldades que parte dos estudantes e suas famílias estão enfrentando. “A Unisul foi pioneira […] na busca de soluções financeiras. Nessa linha, já em 2 de abril deste ano, sem qualquer custo aos estudantes, tem oferecido um seguro educacional que visa a garantir o pagamento de até 3 mensalidades, observadas as condições da apólice do contrato”.

Na carta, a Unisul/Ânima finaliza dizendo que apresentará a devida defesa e se manterá à disposição dos estudantes. “Compreendemos que estamos vivendo um momento de crise, de excepcionalidade e que o caminho do diálogo e da construção conjunta de uma solução é, invariavelmente, o melhor a se fazer”.


Publicidade
Continue lendo
Publicidade
Publicidade


Em alta



Publicidade
Publicidade
To Top