Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Reunião em Brasília define prazo para a questão da Engie

Política
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Divulgação

Política

Reunião em Brasília define prazo para a questão da Engie

Ministro de Minas e Energia se comprometeu a apresentar uma solução em até seis meses.

Publicidade




Prefeitos, deputados, senadores e o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) participaram de uma reunião na tarde da quarta-feira (13), no Ministério de Minas e Energia, em Brasília, na busca de alternativas para evitar a desativação do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo.

A desativação programada da usina foi anunciada no final do ano passado pela direção da Engie. A notícia deixou prefeitos e empresários apreensivos, já que a empresa representa quase 20% do Produto Interno Bruto o sul do estado e é responsável por milhares de empregos diretos e indiretos.

Alternativas foram apresentadas pela comitiva, como passar os ativos a um novo controlador, usar os cerca de 10% da glosa atual do carvão para criação de um fundo para recuperação ambiental da região e postergar a Conta de Desenvolvimento Energético para o carvão mineral nacional, setor que emprega mais de 27 mil pessoas na região.

“Hoje o Ministério de Minas e Energia teve a ideia da dimensão do problema que seria o fechamento do complexo energético e ficamos muito satisfeitos porque ele reiterou o compromisso de apresentar em até 180 dias uma solução”, destacou o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (Progressistas).


Publicidade
Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade




To Top