Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Policlínica Central de Imbituba é arrombada

Saúde
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Reprodução

Saúde

Policlínica Central de Imbituba é arrombada

O estoque de vacinas contra a covid-19, foi preservado, e agora, o local conta com equipe de segurança.

Publicidade


A sede da Policlínica Central de Imbituba foi arrombada na noite desta quarta-feira (4). O autor do arrombamento, um homem de 35 anos, morador da cidade, quebrou o vidro da porta da frente e teve acesso ao prédio. Inclusive, o criminoso se cortou no momento da invasão e deixou marcas de sangue nas paredes da unidade.

O sistema de alarme, após acionado com a movimentação interna, foi danificado pelo invasor. Pouco tempo depois, a Polícia Militar chegou ao local. O homem foi localizado desacordado e escondido sob uma vegetação que fica ao lado da Policlínica Central.

Por conta da lesão, provocada no momento do acesso ao prédio, primeiro, o autor precisou ser levado ao Hospital São Camilo para o atendimento médico. Após liberado, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia. Na ocasião, foi autuado em flagrante pelo crime de dano ao patrimônio público.

Segundo a Polícia Civil de Imbituba, em depoimento, o rapaz não disse algo relevante sobre o caso. A pena para dano qualificado ao patrimônio público, segundo o Código Penal, pode ser de detenção de seis meses a três anos e multa. Como não pagou fiança, foi conduzido à Unidade Prisional Avançada (UPA) de Imbituba, onde permanece preso.

Nenhum medicamento armazenado na Policlínica foi furtado, bem como todo o estoque de vacina contra a covid-19 estava preservado. Por evitar novas invasões, o município colocou uma equipe de segurança particular no local. A ação de preservação do patrimônio público será mantida nos próximos dias.


Publicidade
Continue lendo
Publicidade


Em alta



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top