Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Mulheres correm mais risco de ter infecção urinária de repetição

Saúde
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Reprodução

Saúde

Mulheres correm mais risco de ter infecção urinária de repetição

Uso de sabonetes íntimos pode ajudar a minimizar ocorrência de casos.

Publicidade


Os sinais de uma possível infecção urinária são ardor, dor ao urinar, vontade de ir ao banheiro a todo instante, pouco volume e cheiro forte ou sangue na urina. Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia, as mulheres são mais afetadas, mas crianças, principalmente recém-nascidas, e idosos também correm risco de  apresentar o problema.

A infectologista Thaís Guimarães diz que é muito comum a uretra ser colonizada por bactérias do trato gastrointestinal. “Isso ocorre porque, tanto na mulher quanto no homem, a uretra é muito perto do ânus, por onde saem as fezes. Quando essas bactérias conseguem penetrar na uretra e chegar a bexiga, causam a infecção urinária, também conhecida como cistite. Se, através da bexiga, conseguir atingir os rins, vão causar pielonefrite, infecção dos rins, que tende a evoluir para casos mais graves e necessita de internação”, explica.

O uso de sabonetes íntimos pode ajudar a minimizar o problema.  A ginecologista e obstetra Fernanda Torras ressalta que a análise tem que ser caso a caso. “A flora vaginal tem um pH naturalmente ácido, com bactérias que ajudam na prevenção de infecções. Alguns sabonetes, incluindo os íntimos, têm componentes químicos que alteram o pH vaginal, eliminando as bactérias que ajudam na defesa da região e interferindo no funcionamento do sistema imunológico vaginal.”

Entretanto, destaca Fernanda, em caso de infecção do trato urinário, o ideal é seguir as recomendações do médico, que podem incluir o uso de algum sabonete específico ou até a suspensão dele, usando apenas água para lavar a região.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo


Em alta



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top