Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Inquérito aponta superfaturamento de R$ 640 mil em Urussanga

Política
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Reprodução

Política

Inquérito aponta superfaturamento de R$ 640 mil em Urussanga

O prefeito Gustavo Cancellier (PP) está afastado do cargo.

Publicidade


Com a denúncia de superfaturamento superior a R$ 640 mil, a Polícia Federal entregou à Justiça Federal nesta segunda-feira (13) o relatório final do inquérito policial instaurado após a Operação Benedetta. O alvo das investigações é a prefeitura de Urussanga. A operação ocorreu em 20 de maio. O prefeito Gustavo Cancellier (PP) está afastado do cargo.

No inquérito policial, foram indiciadas 14 pessoas, entre servidores públicos municipais, engenheiros e empresários, pela prática dos crimes de organização criminosa; desvio de recursos; extravio, sonegação ou inutilização de livro ou documento; falsidade ideológica e peculato.

As penas, que culminadas podem chegar a 29 anos de reclusão, podem variar e não necessariamente serão imputadas de maneira igual a todos os envolvidos.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo


Em alta



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
To Top