Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Ministério da Saúde suspende vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a Covid

Saúde
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Divulgação

Saúde

Ministério da Saúde suspende vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a Covid

Imunização deve ficar restrita a adolescentes com deficiência permanente, com comorbidades e que estejam privados de liberdade.

Publicidade


O Ministério da Saúde publicou uma nota informativa em que volta atrás sobre a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades contra a Covid-19. Agora, a orientação do ministério é que não seja feita a vacinação deste grupo.

A imunização deve ficar restrita a três perfis específicos: adolescentes com deficiência permanente, com comorbidades e que estejam privados de liberdade. A nota contraria uma outra publicada pela pasta em 2 de setembro, que recomendava a vacinação para os adolescentes em geral a partir do dia 15.

O próprio Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que participa das decisões sobre os rumos do Plano Nacional de Imunizações, divulgou nota na quarta-feira (15) afirmando que a “vacinação de todos os adolescentes é segura e será necessária”. Nesta quinta, o Conass e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) solicitaram posicionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em uma das suas justificativas para deixar de prever o público amplo, a nota argumenta que a “Organização Mundial de Saúde não recomenda a imunização de criança e adolescente, com ou sem comorbidades”. Entretanto, a OMS afirma que “crianças e adolescentes são menos propensos a ter complicações por causa da doença”, e na sequência não traz indicação contrária: diz apenas que a vacinação ampla deste público é “menos urgente” do que vacinar outros grupos, como pessoas mais velhas, com comorbidades e trabalhadores da saúde.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo


Em alta



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
To Top