Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Ministério da Saúde indica dose de reforço contra a Covid para toda a população adulta

Saúde
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Divulgação

Saúde

Ministério da Saúde indica dose de reforço contra a Covid para toda a população adulta

No entanto, aplicação dependerá do envio de novas remessas do imunizante para os estados e municípios.

Publicidade


O Ministério da Saúde anunciou que vai ampliar a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 aos adultos de 18 a 59 anos. Até então, a medida é autorizada apenas para idosos, pessoas com baixa imunidade e profissionais de saúde. O intervalo, antes de seis meses para os três grupos, cairá para cinco para todo o público-alvo.

A aplicação, no entanto, dependerá do envio de novas remessas para os estados e municípios. O presidente do Conselho das Secretarias de Saúde de Santa Catarina, Daisson Trevisol, adianta que a dose de reforço deverá ser aplicada de forma escalonada. “Provavelmente vacinando as pessoas entre 50 e 60 anos já”.

Segundo o ministério, a dose de reforço será, preferencialmente, da Pfizer. Na falta, serão aplicadas Janssen ou AstraZeneca. A decisão se baseia nos resultados preliminares de estudo da Universidade de Oxford, encomendado pela pasta, que mostra que a vacinação heteróloga – com imunizantes de laboratórios diferentes – aumenta a resposta imune. 10.751.598 brasileiros já receberam a dose de reforço até o momento.

Sobre a possível falta de imunizantes, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga garante que há “doses de vacina suficientes para garantir que cheguem tempestivamente a todas as 38 mil unidades de saúde no Brasil“.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo


Em alta



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
To Top