Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Cão idoso leva quatro facadas e corre risco de não sobreviver

Segurança
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Romy Mariano

Segurança

Cão idoso leva quatro facadas e corre risco de não sobreviver

Caruncho morava na casa onde vivia com o tutor, que faleceu há cerca de quatro meses, e recebia cuidados de protetoras de animais.

Publicidade


Um cão idoso levou quatro facadas em Gravatal nesta sexta-feira (19). O animal, que atende pelo nome de Caruncho, foi socorrido por uma protetora e levado para atendimento em uma clínica veterinária. Em razão da idade avançada, não se sabe se ele irá sobreviver.

A presidente do grupo Patas Unidas Gravatal, Romy Mariano, contou à redação do EXTRA.SC que o cachorro morava na casa onde vivia com o tutor, que faleceu há cerca de quatro meses, no bairro Sertão dos Medeiros. Ela e outras protetoras providenciaram casinha, vacinação, remédio anti-pulgas e duas vezes por semana iam até o local. A ração era deixava com os vizinhos para alimentá-lo diariamente.

“Em 18 anos de proteção animal, eu achava que nada mais me chocaria. Encontrei o Caruncho esfaqueado, coberto de barro. Corri para a clínica e agora ele está na minha casa. Ele está à base de morfina e mesmo assim está gemendo de dor”, lamenta Romy.

A Polícia Militar foi acionada e uma ocorrência registrada. Existem alguns suspeitos, mas por enquanto nada confirmado. O único morador das proximidades que possui câmera de videomonitoramento em casa afirmou que não quer se envolver no caso.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo
Publicidade


Em alta



Publicidade
Publicidade
To Top