Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Após aumento de casos de síndrome respiratória, volta a recomendação para o uso de máscara

Saúde
aaaa

Saúde

Após aumento de casos de síndrome respiratória, volta a recomendação para o uso de máscara

Segundo a Dive, as máscaras nunca deixaram de ser recomendadas, só não são mais obrigatórias.

Publicidade


O aumento de casos de internações de crianças e bebês por síndrome respiratória em Santa Catarina e a chegada do frio fez a Superintendência de Vigilância em Saúde e a Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive) emitirem uma nota reforçando o uso da máscara de proteção contra a Covid-19.

Segundo o documento, a alta demanda na saúde já provoca 100% de ocupação dos leitos em algumas regiões. Segundo a Dive, as máscaras nunca deixaram de ser recomendadas, mas, desde março de 2022, não são mais obrigatórias no Estado.

O documento ressaltou também que a vacinação das gestantes, em especial, ajuda a proteger os bebês nos primeiros meses de vida e é uma estratégia fundamental para redução dos casos de síndrome respiratória.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo
To Top