Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Ex-vereador de Tubarão é condenado a prisão por fraude

Cotidiano
aaaa
Fotos: Reprodução

Cotidiano

Ex-vereador de Tubarão é condenado a prisão por fraude

Caso envolve uma falida indústria de arroz, adquirida há quatro anos por Ronério Cardoso Manoel.

Publicidade


O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Tubarão e empresário Ronério Cardoso Manoel foi condenado a mais de 9 anos de prisão em regime fechado pela prática de fraude, omissão de informações e apropriação indébita.

Segundo o Sul in Foco, Ronério teria comprado uma indústria de arroz há quatro anos, em Turvo. Lá, agricultores depositavam suas produções para que fossem vendidas. Mas a empresa decretou falência, o empresário fechou as portas e não teria repassado o dinheiro às vítimas.

Ronério era proprietário de 95% da indústria. O restante pertencia a uma sócia, também condenada. O filho de Ronério estava atrelado ao processo, mas foi absolvido.

Os réus também foram condenados a pagar, no mínimo, R$ 2,4 milhões pelos danos ocasionados aos rizicultores – estima-se que o valor possa chegar a R$ 20 milhões – e foram inabilitados para o exercício de atividade empresarial – o que inclui assumir cargo em conselho de administração, diretoria ou gerência de empresas. Ambos poderão recorrer em liberdade.

A reportagem não conseguiu contato com Ronério.

Errata: na publicação original, incluímos um depoimento antigo do delegado responsável por apurar o caso. O texto foi suprimido.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/G7lRVjCNTtLIcw3NsZX3mj



Publicidade
Continue lendo
To Top