Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Número de candidatos na Amurel

Blog do Antonio Bento
aaaa

Blog do Antonio Bento

Número de candidatos na Amurel

Publicidade


Até pode parecer exagerado o número de postulantes a vagas para Alesc e Câmara dos deputados, mas não é. Em relação a pleitos passados, sim, entre 5, 7 ou 10. Para quem estava acostumado com bem menos, pode causar surpresa em termos de probabilidade de vitória nas urnas. Fazendo uma análise de tudo isso, cabe ressaltar que a maioria que colocou seu nome à disposição na região – casos de Caio Tokarski a federal, Estener Soratto, Pepê Collaço, Matheus Madeira, Fernando Cruzetta, João Zaboti e os atuais deputados Volnei Weber e Felipe Estevão – tem toda condição de emplacar positivamente na eleição de outubro. Já outros, como Farinheira, Felipe Tessmann e Dirley Nunes, cuja decisão tomada de última hora, não sustentam a performance dos que prepararam projeto de campanha. Mas em se tratando de eleição, tudo pode acontecer.

 

A primeira convenção do estado

Com chapa pura, o Novo foi o partido a definir a composição para disputar a eleição deste ano. Com Odair Tramontin candidato ao governo e Ricardo Althoff como vice, saíram na frente na corrida eleitoral para o pleito de 2 de outubro. Com representação no Congresso e na Alesc, embora reconhecendo o potencial de adversários, Tramontin e Althoff, com base diferente ideológica, como o não uso de recursos do fundo eleitoral, sobretudo respeitando e devolvendo o que é do povo, farão uma campanha enxuta, sem gastança. Será que com tal medida irão receber reconhecimento do eleitorado catarinense? A resposta virá no dia 3 de outubro.

 

MDB sempre MDB

Independentemente de qual seja o resultado da convenção, nada deve mudar nas hostes da sigla partidária. Porque, na realidade, a maior agremiação sempre foi e continua entre tapas e beijos, especialmente em ano eleitoral. Presidente estadual do partido, Edinho Bez, com toda sua experiência, sabe que no fim das contas tudo tende a entrar nos eixos e apaziguar os ânimos bastante acirrados da cúpula. Contudo, no meio da artilharia, obviamente, alguém sairá ferido desse processo dicotômico emedebista. Aguardemos, então, os próximos capítulos.

 

Governador no alto do pódio

Com tudo que está se desenrolando no cenário político catarinense, é inegável que Carlos Moisés (Republicanos) segue navegando em águas tranquilas quanto a sua provável reeleição. Após se livrar do impeachement dos respiradores, o chefe de governo deu uma enorme guinada em seu aprendizado político. Abastecido de finos entendedores do modelo, que os orientam no desempenho da função, Moisés, conhecido como o governador municipalista, conquistou de volta seu prestígio, arrebanhando para seu grupo de apoio até mesmo gestores municipais de outras agremiações partidárias. Do alto do pódio, o atual inquilino da Casa da Agronômica nem de binóculo enxerga seus adversários, cuja caminhada parece em passos de tartaruga. Nesse aspecto, sobra fôlego para Moisés.

 

Não está descartado

Embora ainda um pouco distante para fechar acordo entre os senadores Jorginho Mello (PL) e Esperião Amin (PP), ambos pré-candidatos ao governo do estado, os encontros têm ocorrido nos mais variados locais. Acredite, o mais recente foi em uma Gruta, talvez para pedirem a proteção de todos os santos nesta difícil caminhada que a dupla enfrenta com objetivo de compor uma chapa mais forte para disputa do pleito de outubro. Nesta época do vale tudo, até evocação dos sagrados altíssimos está nas agendas dos políticos.

 

Estacionamento rotativo

Não por culpa do poder público, mas por uma ação judicial de um advogado, sabe-se lá qual foi a intenção dele desse processo. O fato é que a intervenção do jurista gerou um problemão no sistema do estacionamento rotativo de Tubarão. Dentro de dois meses, mais ou menos, haverá uma nova licitação para os interessados em administrar a Área Azul, no centro da cidade. Ufa!



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/G7lRVjCNTtLIcw3NsZX3mj



Publicidade
Continue lendo


Atua na comunicação desde 1975, com foco no jornalismo político e esportivo. Trabalhou nas três emissoras de rádio AM de Tubarão. Atualmente, é funcionário da Rádio e TV Tubá. Também assina colunas em alguns jornais da região.

Os artigos aqui publicados não refletem, necessariamente, a opinião do EXTRA.SC.



Publicidade

Blogs e colunas


Publicidade
Publicidade
Publicidade
To Top