Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Os prejuízos do Hercílio Luz na Série B do Campeonato Catarinense

Blog do César Augusto
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Blog do César Augusto

Os prejuízos do Hercílio Luz na Série B do Campeonato Catarinense

Publicidade




Foto: Patrícia Amorim/Hercílio Luz

O Hercílio Luz tem 22 profissionais infectados com o coronavírus. O detalhe é que grande parte desses funcionários mora nas dependências do clube. Quando o goleiro Júlio César testou positivo na semana passada, não demorou para aparecerem outros casos. A equipe pediu à Federação Catarinense de Futebol o adiamento do jogo contra o Inter de Lages, algo que foi negado pela entidade. Então o Hercílio Luz foi até Lages e se virou com o que tinha. Apenas 13 jogadores estavam à disposição de Rodrigo Bandeira e, mesmo assim, venderam caro a derrota por 1 a 0.

Acontece que demoram alguns dias para os atletas positivados estarem liberados para jogo. E nesta quarta-feira (11) o Hercílio enfrenta o Camboriú, pela terceira rodada do Campeonato Catarinense. Em novo teste realizado, mais três testaram positivo, inclusive o técnico Rodrigo Bandeira, que não comandará o time na beira do campo. O Leão terá de promover alguns jogadores da base para compor a relação de atletas que conta com quatro goleiros disponíveis. Serão pelo menos 15 ou 16 jogadores para formar o time que enfrenta o Cambura.

Com todos esses desfalques, o Hercílio não é favorito para ganhar o jogo de amanhã. Creio até que um empate é bom resultado. A Série B do Campeonato Catarinense tem apenas nove jogos e esses prejuízos podem fazer diferença para quem busca o acesso. Resta saber se a FCF utilizará o mesmo critério quando outros clubes tiverem jogadores infectados – e tomara que nenhum tenha. Aparentemente, o risco é grande. Além do prejuízo técnico, vamos torcer para que, acima de tudo, ninguém tenha maiores complicações no Aníbal Costa.


Publicidade
Continue lendo


Trabalha desde 2016 em Tubarão. Foi repórter esportivo nas rádios Bandeirantes AM, Santa Catarina AM e fez participações no programa Na Torcida, da Unisul TV. Hoje é narrador esportivo, apresentador e coordenador esportivo da Rádio Cidade FM.

Os artigos aqui publicados não refletem, necessariamente, a opinião do EXTRA.SC.



Publicidade

Blogs e colunas


Publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top