Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Sorriso Gengival: Muita gengiva e pouco dente?

Blog do Rafael Bertoni
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Reprodução

Blog do Rafael Bertoni

Sorriso Gengival: Muita gengiva e pouco dente?

Publicidade


Você conhece alguém que tem aquele sorriso onde aparece mais gengiva do que dente?

Esse sorriso é emblemático e incomoda muitas pessoas.

Na Odontologia estética temos proporções de exposição, tanto dentária, quanto gengival.

Mas porque isso ocorre?

Os fatores são variados. Pode estar relacionado a uma hipercontração dos músculos do lábio superior, ou um “avanço” gengival sobre a superfície dos dentes, por exemplo.

Em casos pós ortodontia, muitas vezes, se relaciona a edemas na gengiva por inflamação do tecido, causadas pela dificuldade na higienização durante o tratamento. E ainda temos alguns casos que se relacionam a forma do osso da maxila, onde o lábio ao se elevar deslisa pelo osso da maxila e se posiciona em uma concavidade na base do nariz, fazendo com que o lábio superior fique mais alto e mais fino, expondo mais a porção gengival do paciente.
Como tratamos o sorriso gengival?

Primeiramente, o paciente deve passar pela fase de diagnóstico, onde entendemos a causa do sorriso gengival e traçamos um plano de tratamento, buscando um resultado estético e funcional mais satisfatório.

Nos casos de excesso de tecido, regularizamos redesenhando o contorno gengival trazendo a vista a superfície dos dentes que estava escondida. Já quando temos a hipercontração, existem técnicas temporárias que utilizamos de toxina botulínica para assegurar uma movimentação mais leve do lábio, e técnicas definitivas de reposicionamento do lábio e associação com a ortodontia. Casos mais complexos empregamos as técnicas em conjunto, e até mesmo com a colaboração de outros profissionais como cirurgiões plásticos, para um resultado de excelência estética.

Quando o paciente sente desconforto ou inibição ao sorrir por possuir um sorriso gengival, é indicado que busque uma avaliação com um profissional capacitado em tratar essa variação. Muitas vezes o tratamento se torna simples e conseguimos reestabelecer a autoconfiança do paciente em um curto período.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo


Cirurgião dentista formado pela Unisul. Especialista em Endodontia e Ortodontia, possui 12 pós-graduações nas áreas de Odontologia Estética e Reabilitadora. Também é formado em Gestão de Negócios e de Pessoas e diretor clínico da Umnio Odontologia.

Os artigos aqui publicados não refletem, necessariamente, a opinião do EXTRA.SC.



Publicidade

Blogs e colunas


Publicidade
Publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top