Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Mãe denuncia racismo contra a filha em escola

Segurança
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Foto: Reprodução/Facebook

Segurança

Mãe denuncia racismo contra a filha em escola

Vítima de 13 anos teria tido as tranças cortadas por uma coleguinha.

Publicidade


Cristina Zelma Mônica, mãe de uma estudante de 13 anos, denunciou através de um vídeo nas redes sociais, que sua filha teve as tranças de cabelo cortadas por um coleguinha, em uma escola estadual de Pedras Grandes.

O caso teria ocorrido na última semana. Nas imagens, Cristina conta que uma menina da mesma idade teria cometido a agressão.

“Ela teria dito para minha filha que cortou suas tranças porque ‘o cabelo era de negro e era ruim’. Não houve um pedido de desculpas. Na escola ninguém fez nada”.

No relato, Cristina conta ainda que, depois do episódio, sua filha pediu para tirar todas as tranças. “Ela não quer ir mais para a escola. Só chora. É muito triste ter que mandá-la obrigada, porque precisa estudar”, afirma.

Com a repercussão do vídeo, a mãe foi intimada pelas autoridades policiais para depor. Nessa terça (16), esteve na delegacia para prestar os esclarecimentos.

 

Coordenadoria de Educação

Em nota, a Coordenadoria Regional de Educação de Tubarão disse que está apurando todos os fatos e tomando providências. Também garante todo apoio à vítima e preservação da identidade dos envolvidos.

“A SED lamenta e repudia qualquer ato de violência e reforça que preza por um ambiente escolar inclusivo e acolhedor, trabalhando para promover uma educação básica orientada para os direitos humanos”.



Receba as notícias em primeira mão pelo Grupo do EXTRA.SC no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Hmfy73b8TDYCHlfbY3HLxj



Publicidade
Continue lendo
Publicidade


Em alta



Publicidade
Publicidade
To Top