Conecte-se conosco

EXTRA.SC

Primeiro caso de reinfecção por COVID-19 é confirmado em Santa Catarina

Saúde
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Saúde

Primeiro caso de reinfecção por COVID-19 é confirmado em Santa Catarina

Ele teve teste positivo em setembro de 2020 e uma segunda infecção confirmada em fevereiro de 2021.

Publicidade


A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC) confirmou, nesta terça-feira (6), o primeiro caso de reinfecção por coronavírus em Santa Catarina. Até o momento, já foram notificados 35 casos de reinfecção no Estado, sendo 21 descartados e 13 aguardando resultado.

O caso foi confirmado laboratorialmente em 31 de março pela Fundação Oswaldo Cruz, do Rio de Janeiro, laboratório de referência para Santa Catarina. É considerado caso suspeito de reinfecção o indivíduo com dois resultados positivos por meio da técnica de RTq-PCR em tempo real para o vírus SARS-CoV-2, com intervalo igual ou superior a 90 dias entre os dois episódios de infecção respiratória, independentemente da condição clínica observada.

O paciente com caso de reinfecção comprovada tem 30 anos, é morador de Lages e não tem histórico de viagens. Ele teve teste positivo em setembro de 2020 e uma segunda infecção confirmada em fevereiro de 2021.

Na primeira infecção, foi identificada a linhagem B.1.1.28 e, na segunda, a Variante de Preocupação (VOC) P.1 do SARS-CoV-2, conhecida como a variante brasileira.

O diretor da Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), João Augusto Brancher Fuck, reforça que os cuidados de prevenção à COVID-19 devem ser mantidos por toda população catarinense.

“Para redução da transmissão do coronavírus as medidas de precaução devem seguir. O uso de máscaras, higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool gel 70% e distanciamento social são medidas eficazes para nossa proteção”, afirma o diretor.


Publicidade
Continue lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade




To Top