Filtrar por cidade:
Conecte-se conosco

Empresário do ramo têxtil é indiciado por falsificação de contratos em 12 empresas

Segurança

Empresário do ramo têxtil é indiciado por falsificação de contratos em 12 empresas

Os envolvidos vão responder por falsidade ideológica.

Foto: Reprodução

A Polícia Civil concluiu um inquérito policial que investigava um empresário do ramo têxtil da cidade de Tubarão nesta sexta-feira (9). Ele falsificava alterações contratuais de suas empresas, transferindo o quadro societário para pessoas que figuravam como sócios administradores, mas que nunca exerceram qualquer função na empresa.

O respectivo empresário e outros três envolvidos foram indiciados por 13 falsificações em contratos de 12 empresas. Segunda a Polícia Civil, as investigaçõs iniciaram após a corporação receber a informação de que “uma pessoa humilde” figurava como sócio administrador de 12 empresas e por conta disso não conseguia sacar valores de seu seguro desemprego.

A pessoa em questão foi intimada a prestar depoimento. Questionado, ele afirmou nunca ter exercido a função, mas que ebtre 2015 e 2016, quando ainda era morador de rua, um empresário da cidade solicitou que ele figurasse como sócio em suas empresas. Apurou-se que em troca disso ele receberia o valor de dois salários mensais.

Após a realização de diligências sigilosas, oitivas de testemunhas e análise documental, foi constatado que, nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2015, assim como fevereiro de 2016, os autores inseriram uma declaração falsa em Alteração Contratual dos registros das empresas, transferindo todo o quadro societário para o então era morador de rua, criando fato juridicamente relevante em prejuízo do direito de terceiros.

Os envolvidos vão responder por falsidade ideológica.

(Visited 184 times, 1 visits today)

Comentários

1 Comentário

  1. Silvoney C.da Silva disse:

    Se o cara era morador de rua com o é que ia receber seguro desemprego ? Pode isso ? Tem falcatrua aí também

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM

HASHTAGS

To Top
To Top