Filtrar por cidade:
Conecte-se conosco

Saiba quem são os possíveis candidatos a prefeito de Tubarão em 2024

Eleições 2024

Saiba quem são os possíveis candidatos a prefeito de Tubarão em 2024

Soratto (PL), Denis Matiola (PSD), Luciano Menezes (PSD), Carlos Stüpp (PSDB), Dr. Jean Machado (PP), Deka May (UB), Tancredo (MDB) e Joma (MDB) são os nomes que se já se colocaram à disposição dos seus partidos.

Após dois mandatos optando por Joares Ponticelli (PP) como chefe do executivo, os tubaronenses se preparam para eleger uma nova liderança para o governo municipal no próximo mês de outubro. A trajetória de Joares ficou marcada por um desfecho inesperado, uma vez que não concluiu o mandato devido a sua prisão durante a Operação Mensageiro, unida ao seu afastamento do cargo pela Justiça e, posteriormente, sua renúncia.

Atualmente, estamos no período conhecido como pré-campanha, momento em que os políticos podem manifestar seu interesse em concorrer a algum cargo, embora estejam proibidos de pedir votos diretamente. Nessa fase, cada postulante busca viabilizar sua candidatura por meio de alianças com outros partidos e do apoio de diversos setores da sociedade, traçando estratégias para consolidar sua base eleitoral e apresentar suas propostas.

O EXTRA.SC atualiza a lista de pré-candidatos a prefeito de Tubarão, após os recentes anúncios de João Fernandes (PL), Jairo Cascaes (PSD) e Gean Carlo de Bom da Silva (sem partido), de que não participarão deste pleito:




Foto: EXTRA.SC

Soratto (PL): O deputado estadual nunca escondeu o seu desejo de se eleger prefeito de Tubarão, motivado por seu histórico familiar: seu pai, Estêner Soratto, governou o município entre 1989 e 1992. Entende que poderia realizar este sonho futuramente mas, após a prisão do ex-vice-prefeito Caio Tokarski (UB), sucessor natural de Ponticelli, conquistou uma oportunidade ímpar. É o nome que aparece em larga vantagem em pesquisas encomendadas por partidos políticos e em enquetes publicadas por portais de notícias e perfis de redes sociais. Foi secretário de diversas pastas em Tubarão; e Regional e da Casa Civil no Governo do Estado. Em 2012, foi candidato a vice-prefeito pelo PSDB, em chapa encabeçada por Carlos Stüpp. Em 2020, foi o segundo vereador mais votado em uma eleição marcada pela pandemia do novo coronavírus.

 

Foto: EXTRA.SC

Denis Matiola (PSD): Foi eleito vereador em 2020 e, além de sua interessante atuação na Câmara, chamou bastante atenção por uma ação social: doou todos os salários que recebeu do legislativo para entidades beneficentes do município. Até março, era uma das principais lideranças do PSDB mas, deixou o ninho tucano ao receber um tentador convite do PSD de Jairo Cascaes: ser o pré-candidato a prefeito do partido. Nos bastidores, lideranças do PSD e do PL explanam o desejo de que as siglas estejam juntas na eleição e de que Denis torne-se candidato a vice-prefeito de Soratto.




Foto: EXTRA.SC

Luciano Menezes (PSD): O empresário, conhecido por sua atuação em entidades como CDL e Apae, Foi pré-candidato uma vez, mas nunca chegou a concorrer a um cargo público. Assumiu a presidência do PSD com a responsabilidade de articular a melhor escolha para o partido em 2024. Após a janela de mudanças, sua sigla pulou de três para seis cadeiras na Câmara e, uma decisão correta sobre o futuro, certamente vai contribuir para que pelo menos cinco delas sejam mantidas.

 

Foto: Rodolfo Espínola/AgênciaAL

Carlos Stüpp (PSDB): Foi o segundo catarinense a presidir a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. Foi prefeito de Tubarão entre 2000 e 2008. Na eleição seguinte, elegeu o sucessor partidário, Manoel Bertoncini, que morreu no fim do último ano de mandato. Tentou retornar ao Paço mais duas vezes: em 2012, recebeu 18,78%. Em 2016, 27,13%. Em 2010, não obteve êxito quando concorreu a deputado estadual, mas ocupou a cadeira do PSDB na Alesc por quatro meses. Atualmente, é servidor comissionado na Coordenadoria de Orçamento Estadual da Assembleia. Stüpp tem recebido o incentivo de membros que permaneceram no partido e do deputado estadual Marcos Vieira (PSDB).




Foto: EXTRA.SC

Dr. Jean Machado (PP): Uma das surpresas da janela partidária, o vereador deixou o PSD, onde teria uma hipotética reeleição tranquila, para se aventurar em novos mares. Nos bastidores, comentam que o médico se sentiu preterido da antiga sigla após o convite feito a Denis Matiola. O Progressistas, agora liderado pelo deputado estadual Pepê Collaço, aproveitou o momento de fragilidade para fazer a mesma proposta: Jean chegou à nova sigla como pré-candidato a prefeito. A possível cabeça de chave tem uma explicação: sem composição aparente, o PP deverá lançar uma chapa majoritária com o objetivo de potencializar ao menos dois vereadores na Câmara – hoje, tem cinco.

 

Foto: Luís Gustavo Debiasi/Agência AL

Deka May (UB): É filho do ex-prefeito Paulo Osny May. Em 2008, foi eleito o vereador mais votado de Tubarão. Também foi candidato a um cargo público em outras quatro oportunidades: a vereador, em 1992; a deputado federal, em 2010; a vice-prefeito, na chapa encabeçada por Edinho Bez (MDB), em 2012; e a deputado estadual, em 2014 – mas não obteu êxito em nenhum destes pleitos. Quarto suplente na Alesc, exerceu o mandato durante dois meses. Nos últimos anos, presidiu a Fundação de Assistência Social de Tubarão, onde recebeu duras críticas por sua atuação considerada aquém do esperado. Migrou do PP para o União Brasil com a promessa de que, caso o partido participe de uma eleição majoritária, seja o nome indicado.




Foto: Sul Agora

Joma (MDB): O advogado é sobrinho do ex-governador Eduardo Moreira. Atualmente, é servidor comissionado da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina. Concorreu a um cargo público uma única vez, em 2016, quando deixou um encaminhado pleito proporcional para substituir Edson Firmino (UB) na chapa majoritária, como vice de Carlos Stüpp. Representa uma oxigenação entre as lideranças emedebistas de Tubarão, mas precisaria assumir essa reorganização da sigla, caso queira que o MDB volte a ter força em uma composição majoritária e em uma eventual bancada na Câmara.

 

Foto: EXTRA.SC

Tancredo (MDB): Vereador pelo quarto mandato não consecutivo, foi secretário de diversas pastas na Prefeitura de Tubarão, presidente da Câmara, prefeito interino e presidente da Associação dos Servidores da prefeitura. É dono da Rádio Litoral FM.

 




Outras pré-candidaturas

 

Outros dois partidos devem lançar candidatos, embora não possuam pré-candidatos bem definidos.

O PT possui nomes como o do ex-prefeito Olavio Falchetti, que em 2012 fez uma gestão sem grandes feitos e que, perguntado, nega a possibilidade de tentar retornar ao Paço; o ex-vereador Professor Paulão, que de cinco candidaturas, foi eleito em apenas uma, em 2012, justamente quando o partido venceu a prefeitura; e Fontoura, candidato pela sigla em 2020, onde ficou em quarto lugar.

O Novo anunciou a vontade de ter candidato à majoritária e apostava suas fichas no presidente da Acit que, como informado no início da reportagem, declinou do convite esta semana. A sigla não se manifestou sobre um nome que possa substitui-lo.

(Visited 643 times, 12 visits today)

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM

HASHTAGS

To Top
To Top