Filtrar por cidade:
Conecte-se conosco

AstraZeneca admite em tribunal efeitos colaterais graves na vacina contra Covid-19

Mundo

AstraZeneca admite em tribunal efeitos colaterais graves na vacina contra Covid-19

A empresa enfrenta um processo judicial após pessoas alegarem que a vacina causou mortes e doenças graves em vários casos.

Atualizado em 30/04/2024 07:21

Foto: Divulgação

A AstraZeneca admitiu, pela primeira vez em documentos judiciais, que sua vacina contra a Covid-19 pode causar um efeito colateral raro, e o processo em curso pode resultar em um significativo pagamento de indenização em milhões de libras. A empresa enfrenta um processo judicial após pessoas alegarem que a vacina, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, causou mortes e doenças graves em vários casos.

Advogados afirmam que a vacina provocou um efeito colateral que afetou gravemente algumas famílias. O primeiro processo foi registrado no ano passado por Jamie Scott, pai de dois filhos, que teve uma lesão cerebral permanente devido a um coágulo sanguíneo e uma hemorragia no cérebro após receber a vacina em abril de 2021.

O hospital alertou sua esposa três vezes de que ele poderia morrer. A AstraZeneca está contestando essas acusações, mas admitiu em um documento oficial no Tribunal Superior que sua vacina contra a Covid-19 pode causar STT (Síndrome de Trombose com Trombocitopenia) em situações muito raras, que provoca coágulos sanguíneos e um baixo número de plaquetas. Cinquenta e um casos foram registrados no Reino Unido. As vítimas e suas famílias buscam indenizações que podem chegar a um total de 100 milhões de euros, aproximadamente R$ 550 milhões.

(Visited 705 times, 1 visits today)

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM

HASHTAGS

To Top
To Top